segunda-feira, 21 de março de 2011

Breviário moral do planeta

No dia da árvore e dia mundial da poesia deixo-vos mais uma vez com a extraordinária prosa de Hugo Gonçalves

Há muitos anos, um amigo de liceu disse, sobre as catástrofes naturais: "Já viste onde acontecem?", querendo provar que as placas tectónicas ou as cheias tinham um sentido de justiça. Éramos miúdos e pensei se a Cidade do México ou São Francisco eram tão pecaminosas ao ponto de merecerem cadáveres nos escombros. Recentemente, um comentador televisivo disse, sobre o terramoto no Japão, que o planeta está a vingar-se. Os bichos humanos são tão arrogantes quanto à sua existência, que julgam que o planeta perde tempo a vingar-se. Imagino o planeta no seu escritório, depois de uma pausa para actualizar o estado no Facebook, pensando em nós: "Não reciclaram? Mataram golfinhos? Deixaram a porta do frigorífico para escavacar o ozono? Meteram-se a brincar ao nuclear? Não pagaram a hipoteca? Então vou matar uns milhares de japoneses para terem juízo."
Talvez esta ideia de um planeta castigador seja herança da moral católica que assegura que deus pune aqueles que não cumprem os seus mandamentos. Perdão, os mandamentos escritos por homens que nem sabiam que o planeta era uma bola achatada. O que tantas vezes esquecemos é que o planeta existe há 4 mil milhões de anos e que a nossa espécie, apesar de dotada de linguagem, pensamento abstracto e capaz de teclar mensagens com dois polegares, anda cá há apenas 200 mil anos. O planeta não julga, não castiga, apenas existe. E continuará a existir quando os humanos forem tão obsoletos como os dinossauros. Nós não temos de salvar o planeta, temos de salvar a própria pele, de preferência sem centrais nucleares.

Hugo Gonçalves - Jornal i

7 comentários:

madeMOIselle disse...

Gostei muito. Nem mais. Aí esta... a "herança da moral católica" já fez e disse muita asneira e pelos vistos está disposta a continuar.
É triste. Ser preciso lermos certas barbaridades vindas de pessoas que se julgam supra-tudo para nos recordarmos que somos todos, nos todos, apenas um grão de areia num deserto infinito.

Phil disse...

Concoro, achoq ue os blogs também tem de servir para este tipo de acções...Parabéns :)

Ivânia Santos (Diamond) disse...

Adorei ler :D

Fi ♥ disse...

madeMOIselle, precisamente o que eu pretendi transmitir:)

Phil eu pretendo que o meu blog para além de inegáveis futilidades e "coisas minhas" transmita mensagens e faça as pessoas reflectir

Ivânia ainda bem que gostaste

E para terminar obrigada a todas*

Happy Bunette disse...

Gostei imenso!
Realmente no nosso subconsciente temos sempre a sensação de que deveríamos estar a ser punidos por isto ou aquilo, ou de se merece caso aconteça porque não fizemos isto ou porque fizemos aquilo... O que é certo é que Shit Appens e nós limitamo-nos a ser espectadores porque não se pode prever, prevenir ou evitar... É esperar que simplesmente não aconteça...

XoXo ♥ Happy Brunette

Angela disse...

J'aime beaucoup ton blog, et il fait partie de ceux que je visite toujours avec plaisir!;)

Angela Donava
http://www.lookbooks.fr

PinkEmotions disse...

uau, gostei muito :)